DANIEL DIAS SILVA - CAMPEÃO DE VENDAS DE COMPUTADORES.

DANIEL DIAS SILVA - CAMPEÃO DE VENDAS DE COMPUTADORES.
MINHA VIDA EU ENTREGO NAS MÃOS DE DEUS O PAI DAS LUZES !!!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

HISTÓRIA DE NITERÓI

França Antártica

No ano de 1555, Villegaignon dominou toda a Baía de Guanabara e instituiu a França Antártica. A região era evitada pelos portugueses por causa da resistência dos nativos locais, mas Villegaignon convenceu a Corte Francesa das vantagens de conquistá-la para obter o controle do comércio com as Índias.

A região desenvolveu-se sob o comando de Villegaignon, que idealizou a Henriville, em homenagem ao rei da França.

Passado algum tempo, os calvinistas, que vieram da França a pedido do rei para amenizar conflitos religiosos, regressaram a França e acusaram Villegaignon de preconceito e má administração. O navegador francês teve de voltar a França para explicar-se.

Na ausência do governador francês, Mem de Sá resolveu invadir a Guanabara e tomar posse da região, no ano de 1560. Estácio de Sá, sobrinho de Mem de Sá, que continuara com o comando da guerra, recorreu à ajuda do cacique de uma tribo tupi, o Araribóia (que quer dizer cobra feroz). Araribóia havia sido expulso pelos franceses de sua terra natal, a ilha de Paranapuã, e se refugiou na capitania de Espírito Santo, de onde expulsou invasores holandeses. Araribóia aceitou o pedido do governador para ajudar os portugueses a expulsar os franceses, na esperança de reconquistar a ilha-mãe.

Com o fim da guerra, em 1567, Araribóia recebeu o nome cristão de Martim Afonso. Mas Estácio de Sá resolveu ocupar a ilha de Paranapuã, tornando-a a Ilha do Governador. Para manter a segurança na Baía de Guanabara, Estácio de Sá insistiu a Araribóia para não voltar para Espírito Santo, e o concedeu poder de escolha para habitar qualquer uma das regiões da Guanabara. Sem titubear, o cacique tupi apontou para o outro lado da Baía e disse que queria aquela região de águas escondidas, que em tupi-guarani é Niterói. O local era conhecido como Band’Além e foi para lá que Araribóia levou sua tribo, para a vila de “São Lourenço do Índios”.

Elevação a capital

Estátua de Araribóia, o fundador do município

Igreja de São Lourenço, marco da fundação de Niterói

Estação Cantareira, ponto turístico e antigo estaleiro e estação de barcas

No início, as atividades navais eram responsáveis pelo progresso da aldeia, que se desenvolveu e adquiriu importância até tornar-se Vila Real da Praia Grande, em 1819, quando foi reconhecida pelo Reino de Portugal, agora com a capital na cidade do Rio de Janeiro.

Em 1834 o Ato Adicional à Constituição de 1824 fez da Vila Real da Praia Grande a capital da província do Rio de Janeiro e transformou a cidade do Rio de Janeiro, então a capital do Império, em um Município Neutro.

No ano seguinte, 1835, a cidade passou a se chamar Nictheroy, que quer dizer águas escondidas em tupi. A condição de capital trouxe série de desenvolvimentos urbanos como a barca a vapor, iluminação pública a óleo de baleia, abastecimento de água e novos meios de transporte para ligar a cidade ao interior do Estado.

Nove anos depois, o imperador Dom Pedro I concedeu à cidade de Niterói o título de Imperial Cidade. A nomeação era dada às cidades mais importantes, conferindo-lhes certa autonomia e poder regional.

No fim do século XIX, por volta de 1885, foram fundados alguns sistemas de bonde, o que possibilitou a expansão da cidade para bairros como Icaraí, Ponta d’Areia e Itaipu. A revolta da armada em 1893 prejudicou as atividades produtivas e forçou a transferência da sede da capital para Petrópolis.

Em 1903, Niterói voltou a ser a capital do estado fluminense. Isso ocasionou um novo impulso de modernização na cidade com construção de praças, deques, parques, estação hidroviária e rede de esgotos, além de alargamentos das ruas e avenidas principais.

História recente

Os anos seguintes foram considerados os anos do desenvolvimento que resultaria na atual Niterói Cidade Sorriso, com o melhor IDH do Rio de Janeiro. Isso se deu por intermédio do trabalho de alguns prefeitos. Paulo Pereira Alves, defensor do meio ambiente e incentivador do potencial turístico da Região Oceânica, foi idealizador da avenida na Praia de Icaraí. João Pereira Ferraz teve gestão marcada pela urbanização e Feliciano Sodré continuou o trabalho com objetivo de embelezar e também foi responsável pela implantação da rede de saneamento em alguns bairros. Ernani do Amaral Peixoto era o governador do estado quando houve o aterro da Praia Grande, os parcelamentos de áreas na Região Oceânica e a construção de avenida que ganhou seu nome.

O aterro da Praia Grande possibilitou grandes obras de potencialidades econômicas e turísticas, como o Caminho Niemeyer, a Praça JK e a Estação das Barcas.

Mas o maior marco para o crescimento econômico da cidade viria em plena ditadura, quando foi inaugurada a Ponte Presidente Costa e Silva, mais conhecida como Ponte Rio - Niterói, em 1974. Foi o sinal para o redirecionamento de investimentos públicos, da especulação imobiliária, da infra-estrutura e ocupação de bairros da Região Oceânica.

Com a fusão do estado da Guanabara com o estado do Rio de Janeiro, datada de 1975, Niterói deixou de ser a capital, transferindo o título para o Rio de Janeiro.

Hoje a cidade apresenta o terceiro melhor IDH do Brasil[carece de fontes?], a segunda maior importância do Rio de Janeiro e a segunda maior quantidade de obras do arquiteto Oscar Niemeyer.

Política

Novo Fórum

Em janeiro inaugurou o novo Fórum da Comarca de Niterói, na Rua Coronel Gomes Machado, s/º, Centro. As obras foram concluídas em um ano e um mês e a área construída é de 21.590 metros quadrados, divididos em 13 pavimentos. Do total de andares, 12 estão reservados para as serventias judiciais, que até então estavam distribuídas em três endereços diferentes: no Terminal Rodoviário Roberto Silveira, na Praça Fonseca Ramos; no antigo Fórum, na Praça da República, s/nº; e no Edifício das Secretarias, na Rua Visconde de Sepetiba, 519.

O novo fórum dispõe ainda de dois subsolos, que serão utilizados para estacionamento, e de cobertura, onde funcionará um restaurante. O TJ do Rio investiu cerca de R$ 40 milhões na construção do prédio.

Com a inauguração do Fórum, apenas as dez Varas Cíveis existentes na Comarca de Niterói e a Vara da Infância, Juventude e do Idoso continuarão no Edifício das Secretarias. As demais serão transferidas para o novo endereço.

Na nova unidade funcionarão quatro Varas de Família, cinco Varas Criminais, sendo que a terceira possui também competência para Tribunal do Júri; três Juizados Especiais Cíveis (JECs), um Núcleo de 1º Atendimento dos JECs, um Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e Especial Criminal (Jecrim), guarita e carceragem com cinco celas, sendo duas femininas, duas masculinas e uma para presos especiais.

O prédio terá também salas para a Direção do Fórum, Distribuidor, Contador, Partidor, Protocolo Geral (Proger), Núcleo de Primeiro Atendimento, Autuação, Distribuição e Citação dos Juizados Especiais Cíveis (Nadac), Expressinhos, Área Técnica das Varas de Família e de Conciliação dos Jecrims, Núcleo de Auxílio Recíproco de Oficiais de Justiça Avaliadores do RJ (Naroja), Central de Mandados Criminais e Central de Penas e Medidas Alternativas, além de sanitários para o público em todos os andares, inclusive com instalações especiais para portadores de deficiência. Há ainda área destinada à expansão para abrigar futuramente dois JECs, três Varas de Família e mais um Jecrim.

Segundo o Presidente do Tribunal de Justiça Luiz Zveiter, ainda falta alguns detalhes inacabados das obras que serão concluídas brevemente.

Subdivisão

Postscript-viewer-blue.svgVer página anexa: Anexo:Lista de bairros de Niterói

O município se divide em quarenta e oito bairros agrupados em doze regiões administrativas na forma do quadro abaixo.

Barreto

Barreto

Buraco do Boi

Ilha da Conceição

Santana

Centro

Bairro de Fátima

Centro

Ponta d'Areia

São Lourenço

Engenhoca

Engenhoca

Tenente Jardim

Fonseca

Fonseca

Icaraí

Icaraí

Vital Brazil

Ingá

Boa Viagem

Gragoatá

Ingá

Morro do Estado

São Domingos

Pendotiba

Badu

Cantagalo

Ititioca

Largo da Batalha

Maceió

Maria Paula

Matapaca

Sapê

Praias Oceânicas

Cafubá

Camboinhas

Engenho do Mato

Itacoatiara

Itaipu

Jacaré

Piratininga

Santa Bárbara

Baldeador

Caramujo

Maria Paula

Santa Bárbara

Santa Rosa

Cubango

Pé Pequeno

Santa Rosa

Viçoso Jardim

Viradouro

São Francisco

Cachoeiras

Charitas

Jurujuba

São Francisco

Rio do Ouro

Muriqui

Rio do Ouro

Várzea das Moças

Vila Progresso

[editar] Geografia

Região Oceãnica

Praia das Flechas

Fróes, bairro de casas localizada num morro

  • Região Oceânica

A Região Oceânica é o grande ponto de belezas naturais, pois conta com as melhores praias - Praia de Fora e Praia do Imbuí, com seus valores históricos; Praia de Piratininga, Praia de Camboinhas, Praia de Itaipu e Praia de Itacoatiara, as mais famosas e visitadas, Praia do Sossego, Praia Adão e Eva e Prainha, locais calmos e paradisíacos; além, da Lagoa de Piratininga e a Lagoa de Itaipu.

Niterói tem uma área de 129,375 quilômetros quadrados localizada entre a Baía da Guanabara (oeste), o Oceano Atlântico (sul), Maricá (leste) e São Gonçalo (norte).

Relevo

O relevo é constituído por terrenos cristalinos, divididos em maciços e colinas costeiras. Os maciços predominam ao sudoeste e formam as Serras do Malheiro, do Calaboca e da Tiririca, onde está a Pedra do Elefante, ponto mais alto do município a 412 metros acima do nível do mar.

As planícies costeiras são constituídas de sedimentos localizadas, obviamente, próximas ao mar. A mais extensa abrange toda área das lagoas de Piratininga e Itaipu.

Fauna e Flora

À época do descobrimento predominava a Mata Atlântica, que hoje só está preservada em poucos locais, como, por exemplo, a Serra da Tiririca. Há, também, áreas de restinga e mangue.

O Horto Botânico de Niterói (Também conhecido por Jardim Botânico de Niterói) , no bairro do Fonseca, foi criado, por decreto do governador Nilo Peçanha, em maio de 1906, com a finalidade de cultivar e distribuir aos lavradores sementes e mudas de frutíferas e plantas medicinais. Sua história é marcada por sucessivas fases de prestígio e declínio e sofreu duas grandes reformas, em 1950 e 1975.

Com mais de um século de existência, o Horto conta com espécies de plantas e árvores como jatobás, jequitibás, jacarandás e sapucaias e também com espécies raras como o “Pau Mulato”, só encontrado no Jardim Botânico do Rio de Janeiro e na Amazônia.

Com área de 258 mil metros quadrados recebe diariamente, cerca de 300 pessoas em busca de ar puro, contato com a natureza e tranquilidade para práticas esportivas e de lazer.

Funciona no local, também o Jardim Zoológico de Niterói, onde animais machucadas são tratados e depois muitas vezes devolvidos a natureza.

  • Parque da Serra da Tiririca
  • Parque Darcy Ribeiro
  • Parque da Cidade

Reserva biológica e florestal do município numa altitude de 270 m, ocupando uma área de 149.388,90 m², que possui um mirante da onde pode-se ter uma visão panorâmica da Região Oceânica e Icaraí, da Baía de Guanabara, em toda a sua extensão e do mar aberto.

Hidrografia

  • Praia de Itaipu
  • Praia do Sossego
  • Praia de Icaraí
  • Praia da Boa Viagem
  • Praia de Camboinhas
  • Praia de São Francisco
  • Praia Adão e Eva
  • Praia da Maçã
  • Praia da Várzea
  • Praia da Areia Grossa
  • Praia de Fora
  • Praia de Imbuí
  • Praia de Piratininga
  • Praia da Charitas
  • Praia de Camboinhas
  • Praia de Itacoatiara

Clima

Gráfico climático para Niterói

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

214

30

23

193

29

22

169

27

21

107

27

19

67

26

17

45

23

15

40

21

14

44

22

16

62

24

18

100

25

20

159

27

21

255

29

22

Temperaturas em °CPrecipitações em mm

O clima do município é Subtropical Úmido com verão quente(Cfa em Koppen), apresentando temperaturas mínimas entre 12°C a 18°C no inverno e máxima entre 30º a 40°C no verão.

No inverno, a presença de frentes frias ocasionadas pelo avanço Massa Polar Atlântica pode causar quedas bruscas de temperatura, amenizadas pela maritimidade. Neste período, a estiagem é bastante comum, podendo ficar semanas sem chover devido à presença de massas secas de origem polar.

No verão, o clima quente e úmido desta época do ano favorece a ocorrência de tempestades frequêntes, provocando alagamentos em vários pontos da cidade. Há picos comuns de 30°C e, devido à umidade, sensações térmicas superiores.

O Outono é marcado por dias de céus azuis e temperaturas frescas, principalmente pela manhã.

A Primavera é chuvosa, ainda são sentidas frentes frias tardias deixadas pelo inverno, a temperatura não sobe muito, até chegar dezembro (verão).

As duas estações acima são meramente de transição, sentidas apenas pelos habitantes (queda de temperatura no outono e aumento térmico na primavera), porém raramente pelas plantas. É comum ver algumas plantas perderam folhas ou florescerem em todas as estações do ano.

Importante ressaltar, também, que a vegetação dominante em Niterói (Mata Atlântica) é uma floresta com características tropicais, ou seja, é perenifólia (não costuma perder suas folhas).

No geral, o índice pluviométrico de Niterói é de 1200mm. A temperatura média anual é de 23°C, a média do mês mais frio é de 20°C e a do mês mais quente 26°C [carece de fontes].

Demografia

Crescimento populacional de Niterói (fonte:IBGE)

Ano

Habitantes

1980

397.123

1991

436.155

1996

450.364

2000

459.461

2005

476.669

2010

550.811 (projeção)

2050

1.025.443 (projeção)

2100

1.879.922 (projeção)

O município possui uma população estimada em 479 mil habitantes[2], segundo dados de 2009. A previsão é que ultrapasse a marca de um milhão de habitantes em 2050, iniciando o próximo século com mais de dois milhões de habitantes (vide tabela).

Em um relatório divulgado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), no ano 2000, Niterói apresentou um Índice de Desenvolvimento Humano entre os mais elevados do país (o terceiro lugar dentre os 5.700 municípios brasileiros)[3], de acordo com os padrões da ONU.

Economia

A cidade de Niterói é um dos principais centros financeiros, comerciais e industriais do Rio de Janeiro. Niterói vem acompanhando um alto índice de investimentos na cidade, como imobiliário e de comerciário. Este desenvolvimento trouxe também certos problemas, como a favelização, resultado da ausência de planejamente urbano.

Transporte

Estação das Barcas, em Niterói

  • Ônibus

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Ônibus urbanos de Niterói

O serviço de ônibus urbanos consiste no único meio de transporte público intramunicipal da cidade de Niterói. Há pouco menos de 50 linhas em atividade, todas operadas por empresas particulares.

A maior parte das linhas de ônibus municipais têm ponto final no Centro (no Terminal Rodoviário João Goulart), ou passam pelo Centro.

  • Transporte marítimo

A travessia marítima entre Niterói e o município do Rio de Janeiro é feita por duas rotas, ambas tendo como destino a estação carioca da Praça XV. As estações em Niterói localizam-se na Praça Araribóia, no Centro, e no bairro de Charitas.

A travessia entre a Praça Araribóia e a Praça XV é feita por barcas de grande porte, com capacidade até 2000 passageiros, um trajeto que dura cerca de 20 minutos.

Desde 2006 as barcas vêm sendo gradativamente substituídas por catamarãs de grande porte, com capacidade inferior (até 1200 passageiros), porém perfazendo um tempo de travessia menor, entre 12 e 15 minutos.

Além disso, há o transporte seletivo (com passagens mais caras), feito por catamarãs de menor porte e lanchas rápidas. O tempo de travessia é de aproximadamente 9 minutos.

A travessia entre a estação de Charitas e a Praça XV é feita por catamarãs de pequeno porte, sendo esse serviço também considerado transporte seletivo.

  • Transporte ferroviário

Existe um ramal ferroviário para transporte de passageiros, com 33 km de extensão, ligando Niterói ao município de Itaboraí, passando por São Gonçalo. O ramal, operado pela empresa estatal Central (sucessora do espólio da Flumitrens que não foi privatizado) encontra-se em decadência. São realizadas apenas duas viagens diárias, uma em cada sentido, utilizando um trem obsoleto dos anos 50.

Cogita-se no futuro utilizar o leito desse ramal para a implantação de parte da projetada Linha 3 do Metrô ou de um serviço de VLT.

Turismo

Pedro do Índio com edifícios de Icaraí ao fundo.

Fortaleza de Santa Cruz vista do Pão de Açúcar.

Campo de São Bento, área verde no centro urbano de Icaraí.

Ilha de Boa Viagem, ponto turístico natural e histórico.

Vista do Parque da Cidade, em Charitas.

Niterói é a terceira cidade que mais recebe turistas do Estado do Rio de Janeiro, atrás da capital e de Búzios. A cidade atrai basicamente pelos seus centros culturais e históricos e pelas sua praias oceânicas. Paralelamente, a rede de hotelaria da cidade é bem restrita. Isso se dá pelo fato de que a maioria dos turistas vem á Niterói como uma extensão ao passeio pela cidade do Rio, ou seja, passam apenas um ou dos dias na cidade, mas se hospedam na capital.

Entre suas atrações mais visitadas estão a praia de Icaraí, principal bairro de Niterói, com as pedras de Itapuca e do Índio; o Caminho Niemeyer, conjunto arquitetônico que contém como centros o MAC, a Praça Jk, o Teatro Popular de Niterói, a Estação de Charitas e outros 4 projetos em andamento; Complexo dos Fortes

Principais Pontos Turísticos

  • Icaraí

Principal bairro de Niterói, possui belo urbanismo e contém as pedras de Itapuca e do Índio, pontos para pescadores locais e apreciadores da Praia de Icaraí e do resto da Baía de Guanabara. Ostenta o título de ser um dos mais belos, cosmopolitas e pujantes bairros da cidade.

  • Caminho Niemeyer

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Caminho Niemeyer

Um complexo arquitetônico feito por Oscar Niemeyer, formado pelo Memorial Roberto Silveira, a Fundação Oscar Niemeyer, o Museu Petrobras de Cinema, uma Catedral Batista, Uma Catedral Católica, a nova Estação das Barcas, a Estação de Barcas de Charitas, o Teatro Popular de Niterói, uma Capela Flutuante, a Praça JK e o Museu de Arte Contemporânea de Niterói.

  • Fortaleza de Santa Cruz

A Fortaleza de Santa Cruz, com seu complexo arquitetônico imponente e grandioso, causa ao observador o impacto do susto e o apaziguamento da beleza. As celas de prisioneiros, a lembrança das câmaras de tortura, as grades impenetráveis que miram a antiga forca vigiada por guarita interna, as marcas de fuzilamento no paredão; a capela de Santa Bárbara, em estilo colonial, são elementos que constituem a Fortaleza.

  • Forte do Pico e Forte São Luís

As construções do Pico ainda preservam com imponência e grandiosidade guaritas e muros de pedra já cobertos de vegetação, dois imponentes portões de acesso, corredores, galerias e túneis carregados de mistério e largos pátios rochosos.

  • Costão de Itacoatiara

Este monolito rochoso adentra o oceano, formando a Ponta de Itacoatiara. Com aproximadamente 250m de altura, esta rocha pertence ao Parque Estadual da Serra da Tiririca e possui uma vegetação predominantemente rupícola, com muitas bromélias e orquídeas, além de dois "oásis" de Mata Atlântica, um em seu cume e outro em sua encosta leste.

  • Campo de São Bento

O parque, grande área verde do bairro Icaraí, é freqüentado assiduamente pela população. Abriga um pequeno parque de diversões e nos finais de semana uma feira de artesanato. Oferece inúmeras atrações, como retrata, encontros do Clube do Curió, reuniões do grupo Otakontro em Niterói, exposições, lançamentos de livros, shows, cursos e apresentação de filmes e vídeos.

  • Enseada de Jurujuba

Possui 300m de extensão, margeada por estreita calçada. Jurujuba é uma colônia de pescadores, que é cenário da Festa de São Pedro dos Pescadores, realizada anualmente em 29 de Junho. Além da Igreja de São Pedro dos Pescadores, na orla há vários restaurantes típicos de frutos do mar.

  • Jardim São João
  • Basílica Nossa Senhora Auxiliadora
  • Forte Imbuí e Barão do Rio Branco
  • Jardim de Icaraí
  • Forte Gragoatá
  • Casa Oliveira Viana
  • Torre de Niterói
  • Palácio da Justiça
  • Campus do Gragoatá
  • São Domingos Educação

Campus do Gragoatá, da UFF

Niterói tem o melhor nível de alfabetização do Estado do Rio de Janeiro[5]. É nesta cidade que se encontra as principais estruturas da Universidade Federal Fluminense (UFF), bem como da maioria de seus cursos.

A educação no município é marcada pela presença do Colégio Pedro II - UNED, única escola secundarista Federal da cidade, que por sua vez é o melhor colégio público da região. De resto também há a Fundação Municipal de Educação, que atua em 90 unidades escolares da Rede Municipal de Educação; 36 creches comunitárias; 18 Unidades de Educação Infantil UM EIS; 36 Unidades com Ensino Fundamental; na Educação de Jovens e Adultos (EJA), atendida em 15 Unidades de Ensino Fundamental; no Programa de Educação; na Leitura e Escrita –PELE, em 50 Instituições e/ou escolas (875 alunos), (dados de julho 2007); e em 100% das Unidades Escolares possuem alunos com necessidades especiais (cerca de 700 alunos).

Em 2007, foi concluído o projeto municipal para erradicar o analfabetismo. Niterói conta com apenas 3,55% de analfabetos[6](pessoas com mais de 15 anos), enquanto que a média nacional é de 13,63%, portanto, um dos poucos municípios brasileiros que conseguiram erradicar o analfabetismo.[5]

Cultura

Niterói é um dos maiores centros históricos-culturais do Brasil, pois tem sua cultura marcada desde a vila de pescadores (Jurujuba), as fortalezas, os museus até os monumentos futuristas, como o Museu de Arte Contemporânea (MAC), o símbolo do município, construído pelo arquiteto modernista Oscar Niemeyer (o arquiteto que projetou as principais construções e marcos de Brasília) e o Teatro Popular.

A arquitetura de Niterói é caracterizada por um contraste entre o passado e o presente. Edificios históricos, como a Biblioteca Pública Estadual, o Fórum, os Correios, o Teatro Municipal, a Estação Cantareira, o Palácio do Ingá, o Solar do Jambeiro e a Câmara Municipal, ficam lado a lado com obras de vinculo futurista, como por exemplo o Museu de Arte Contemporânea (MAC), o Teatro Popular e o resto do Caminho Niemeyer e a Praça JK.

As igrejas católicas também expressam bastante a cultura niteroiense. A Igreja de São Lourenço dos Índios, o marco de fundação do município, a Igreja de São Sebastião de Itaipu, a Igreja da Boa Viagem e a Basílica Nossa Senhora da Auxiliadora constituem um complexo religioso e embelezam as ruas com suas arquiteturas barrocas, clássicas e coloniais.

A gastronomia de Niterói é bem marcante[carece de fontes?], pois atravessa gostos diversos, desde frutos-do-mar e Cozinha Mineira até as Cozinhas Portuguesa e Australiana. A orla de São Francisco é praticamente dominada por restaurantes e bares, servindo de point noturno. Os restaurantes de frutos-de-mar de Jurujuba são símbolos concretos do intenso sistema pesqueiro da vila de Jurujuba.

A cultura social se baseia numa população muito hospitaleira, que resultou no apelido de Niterói: Cidade Sorriso.

  • Centro de Artes UFF

O Centro de Artes UFF é um centro cultural, organizado e mantido pela Universidade Federal Fluminense, localizado no prédio da Reitoria da UFF, bairro de Icaraí, reunindo a Galeria de Arte UFF, o Espaço UFF de Fotografia, o Espaço Aberto UFF, o Cine Arte UFF e o Teatro da UFF.

  • Cantareira

Ruínas do antigo estaleiro da Companhia Cantareira e estação das barcas Cantareira. A Estação com a recente restauração e modernização foi planejada para ser um centro cultural feito para shows, gastronomia, centros de compras e produção cultural. No entanto, hoje ela é da boate Happy News.

Religião

  • Matriz São Lourenço da Várzea

Igreja do século XIX, destaca-se por sua grande volumetria. O seu interior é amplamente decorado. O altar-mor tem colunas salomônicas ladeando o nicho, onde se encontra a imagem de São Lourenço vinda de Portugal em 1897.

  • Igreja de São Lourenço dos Índios

É considerado o monumento de fundação da cidade de Niterói. Sua arquitetura jesuíta é do século XVII. No altar-mor encontra-se um retábulo que é um precioso exemplar da arte barroca do fim do século XVI, assim como outras peças históricas toralmente restauradas.

  • Centro Evangelístico Internacional

Uma das principais igrejas evangélicas da cidade, presidida pelo pastor Custódio Rangel Pires, que também é o líder mundial da ADHONEP.

  • Igreja Presbiteriana

Foi uma das primeiras igrejas protestantes a se instalarem na cidade, fruto do trabalho missionário da Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro. Sua organização deu-se em 1 de fevereiro de 1899. Seu primeiro templo estava situado na Rua São Sebastião com Rua Gen. Andrade Neves. Segundo historiadores, o templo foi vendido para uma empresa do setor hoteleiro. Seu templo atual, situado a Rua 15 de Novembro, é de estilo moderno. Seu primeiro pastor foi o Rev. Erasmo Braga, sendo o atual, em 2009, o Rev. Fernando Cabral. A Igreja Presbiteriana de Niterói, é uma igreja histórica,possui para acompanhar seus cultos um órgão litúrgico Hammond,é de linha tradicional, ligada ao Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil, sínodo Leste fluminense, presbitério de Niterói.

  • Basílica de Nossa Senhora Auxiliadora

Com data de lançamento da Primeira Pedra em 8 de dezembro de 1901, um ano após a inauguração do Monumento de Maria Auxiliadora. Foi inaugurada no dia 24 de dezembro de 1918. Seus quatro sinos da torre pesam 2.220, 1.160, 685 e 480 quilos, com tonalidades , mi, sol e , que é o início da antiga melodia gregoriana Salve, Regina.

  • Igreja de Nossa Senhora da Boa Viagem
  • Igreja Nossa Senhora da Conceição
  • Igreja São Lourenço dos índios
  • Primeira Igreja Evangélica e Congregacional de Niterói.
  • Primeira Igreja Batista de Niterói
  • Igreja Metodista Central de Niterói

Teatro

  • Teatro Popular de Niterói

O Teatro Popular de Niterói é um moderno teatro pertencente ao Caminho Niemeyer.

Teatro antigo totalmente restaurado e modernizado. Jóia da história do teatro brasileiro.

Museus

Museu de Arte Contemporânea

  • Museu de Arquelogia de Itaipu

Inaugurado em 1977, o Museu de Arqueologia de Itaipu desenvolve um programa educativo-cultural voltado para as escolas e para a comunidade local, tendo como tema central a arqueologia pré-histórica e histórica.

O seu acervo, composto por objetos dos povos indígenas que viveram no litoral fluminense antes de 1500, tem como destaques blocos-testemunho (entre os quais o do Sambaqui de Camboinhas, datado de 6.000 a.C.), machados de pedra e material lítico em geral, pontas de ossos, lascas de quartzo, polidores, peças de cerâmica e conchas.

O museu organiza cursos e exposições, recebe visitas guiadas e promove diversos eventos culturais.

As visitas podem ser feitas de quarta-feira a domingo, das 13 às 17h

  • Museu de Arte Contemporânea de Niterói - MAC

Projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o Museu de Arte Contemporânea de Niterói, construído no Mirante da Boa Viagem, local privilegiado que se debruça sobre as águas da Baía de Guanabara e leva o olhar do visitante até o outro lado, onde estão o Corcovado e o Pão de Açúcar. Niemeyer afirmava que ao visitar o local "imaginou o museu como qualquer coisa solta na paisagem, um pássaro branco a se lançar sobre o céu e o mar de Niterói"; o que quer dizer um supremo respeito à paisagem.

  • Museu Antônio Parreiras

O Museu Antônio Parreiras conta com o maior acervo do pintor Antônio Parreiras, instalado em seu antiga residência.

Palácio neoclássico no bairro do Ingá, que abriga acervo histórico, belas-artes e artes populares, instalado na antiga sede do governo do estado do Rio de Janeiro (Palácio do Ingá), antes da fusão com o estado da Guanabara e transferência da capital para a cidade do Rio de Janeiro.

Feriados municipais

Números

  • Atualmente 100% do município tem água tratada. Em 1999 eram apenas 46%;
  • 75% do território de Niterói é coberto pelo tratamento de esgoto, enquanto a média nacional é inferior a 20%;
  • 96,45% da população acima de 15 anos é alfabetizada;
  • Entre 2003 e 2004 foram criadas 5 mil novas vagas e 60% das unidades escolares foram reformadas.

Niteroienses famosos

Galeria de fotos

Pedra de Itapuca e praia de Icaraí.jpg

Niteroi01.jpg

Praia de Icaraí e MAC.jpg

StCruzFort.jpg

View of MAC.jpg

Inside MAC.jpg

Praia de Icaraí.jpg

Itacoatiara beach.jpg

Itacoa.jpg

Sossego.jpg

Pai e filho olhando a praia.jpeg

Ponte rio niteroi.JPG

Referências

  1. 1,0 1,1 Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. 2,0 2,1 2,2 Estimativas da população para 1º de julho de 2009 (PDF). Estimativas de População. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (14 de agosto de 2009). Página visitada em 16 de agosto de 2009.
  3. 3,0 3,1 Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  4. 4,0 4,1 Produto Interno Bruto dos Municípios 2002-2005. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (19 de dezembro de 2007). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. 5,0 5,1 Fundação Municipal de Educação de Niterói
  6. http://niteroi.rj.gov.br/portal3/modules.php?name=News&file=article&sid=218

Ver também

Commons-logo.svg

O Wikimedia Commons possui multimédia sobre: Niterói.

Ligações externas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Windows Live Messenger

Michael Jackson Songs

Sports Car Pictures

RIO DE JANEIRO

RIO DE JANEIRO

HTML / JAVASCRIPT.

> TÉCNICO DE INFORMÁTICA ( HARDWARE, FERRAMENTA DE SISTEMAS, BACKUP)MONTAGEM E MANUTENÇÃO DE COMPUTADORES E VENDA DE PC'S. > '' O SENHOR É MEU PASTOR E NADA ME FALTAR '' > '' TUDO POSSO NAQUELE QUE ME FORTALECE '' > '' AINDA QUE EU ANDE PELO VALE DA SOMBRA E DA MORTE NÃO TEMEREI MAL ALGUM POR QUE DEUS ESTÁ COMIGO ''
Loading...

PÃO DE AÇUCAR.

PÃO DE AÇUCAR.
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

FARCRY 2

FARCRY 2

ASTON MARTIN DB9

ASTON MARTIN DB9

URNA NIGHT

URNA NIGHT

URCA VIA TAM

URCA VIA TAM

URCA

URCA

URCA

URCA

URCA

URCA

URCA

URCA

SANTOS DUMONT

SANTOS DUMONT

PLACA DE VIDEO ATI RANDEON R$1.700,00 REAIS 2GB.

PLACA DE VIDEO ATI RANDEON R$1.700,00 REAIS 2GB.

RIO DE JANEIRO.

RIO DE JANEIRO.

ARPOADOR

ARPOADOR

AEROPORTO SANTOS DUMONT

AEROPORTO SANTOS DUMONT

CABECEIRA DA PISTA SANTOS DUMONT

CABECEIRA DA PISTA SANTOS DUMONT

PLACA DE VIDEO EVGA 2GB

PLACA DE VIDEO EVGA 2GB

POINT VIEW PLACA DE VIDEO GEFORCE GTX 250 2GB

POINT VIEW PLACA DE VIDEO GEFORCE GTX 250 2GB

POINT VIEW PLACA DE VIDEO GEFORCE GTX 210 1GB

POINT VIEW PLACA DE VIDEO GEFORCE GTX 210 1GB

POINT VIEW GEFORCE 9800 GT GPU CORE CLOCK 1GB

POINT VIEW GEFORCE 9800 GT GPU CORE CLOCK 1GB

ZOGIS PLACA DE VIDEO GEFORCE 9800 GT GDDR3 HDMI

ZOGIS PLACA DE VIDEO GEFORCE 9800 GT GDDR3 HDMI

GEYSE ARRUDA A MOÇA MAS GOSTOSA DO BRASIL.

GEYSE ARRUDA A MOÇA MAS GOSTOSA DO BRASIL.

GEYSE ARRUDA

GEYSE ARRUDA

VALESKA TABACUDA BISTEQUEIRA E MOÇA GEYSE ARRUDA TÃO BOAZINHA KKKKK !!!

VALESKA TABACUDA BISTEQUEIRA E MOÇA GEYSE ARRUDA TÃO BOAZINHA KKKKK !!!

MOÇA LINDA GEYSE ARRUDA

MOÇA LINDA GEYSE ARRUDA

NOVELA PODER PARALELO A MELHOR NOVELA DA RECORD TV DE PRIMEIRA.

NOVELA PODER PARALELO A MELHOR NOVELA DA RECORD TV DE PRIMEIRA.

FERNANDA NOBRE A ATRIZ MAS LINDA DA TV RECORD.

FERNANDA NOBRE A ATRIZ MAS LINDA DA TV RECORD.

MARCELO SERRADO UM EXCELENTE ATOR DA TV RECORD E DO BRASIL EM SEU PERSONAGEM BRUNO VILAR.

MARCELO SERRADO UM EXCELENTE ATOR DA TV RECORD E DO BRASIL EM SEU PERSONAGEM BRUNO VILAR.

ATRIZ ADRIANA GARAMBONE NO SEU PERSONAGEM MAURA.

ATRIZ ADRIANA GARAMBONE NO SEU PERSONAGEM MAURA.

PAULO GARCIA AGENT DA D.E.A.

PAULO GARCIA AGENT DA D.E.A.

ATOR GABRIEL BRAGA NUNES EM SEU PERSONAGEM TONY CASTELAMARE, AGENT DA D.E.A

ATOR GABRIEL BRAGA NUNES EM SEU PERSONAGEM TONY CASTELAMARE, AGENT DA D.E.A

ATRIZ PALOMA DO ARTE EM SEU PERSONAGEM FERNANDA LIRA

ATRIZ PALOMA DO ARTE EM SEU PERSONAGEM FERNANDA LIRA

LIGÍA JORNALISTA

LIGÍA JORNALISTA

ATORES E ATRIZ NA GRAVAÇÃO DA NOVELA PODER PARALELO NO REC9 DA REDE RECORD

ATORES E ATRIZ NA GRAVAÇÃO DA NOVELA PODER PARALELO NO REC9 DA REDE RECORD

BOEING 707

BOEING 707

AIR BUS A-340-600

AIR BUS A-340-600

AIR BUS A-380 FLY EMIRANTES

AIR BUS A-380 FLY EMIRANTES

AIR BUS A-319

AIR BUS A-319

AIR BUS A-321

AIR BUS A-321

BOEING 787

BOEING 787

AIR BUS A-330-200

AIR BUS A-330-200

QATAR AIR BUS A-330-600

QATAR AIR BUS A-330-600

AZUL LINHAS AÉREAS EMBRAER 190

AZUL LINHAS AÉREAS EMBRAER 190

AIR CANADA BOEING 777-300

AIR CANADA BOEING 777-300

DELTA BOEING 727-200

DELTA  BOEING 727-200

AVIAÇÃO EMBRAER

AVIAÇÃO EMBRAER

PORTUGAL

PORTUGAL
LISBOA

THE GIRL PORTUGAL

THE GIRL PORTUGAL

PORTUGAL

PORTUGAL
A CIDADE DA PAZ E DA CALMA.

PODER AÉREO DA MARINHA DO BRASIL

PODER AÉREO DA MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL
A-4

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL
POR DO SOL

DECOLAGEM / MARINHA DO BRASIL

DECOLAGEM / MARINHA DO BRASIL

HELICÓPTEROS/ MARINHA DO BRASIL

HELICÓPTEROS/ MARINHA DO BRASIL

SEAN KING / MARINHA DO BRASIL

SEAN KING / MARINHA DO BRASIL

ESQUILO / MARINHA DO BRASIL

ESQUILO / MARINHA DO BRASIL

SEAN KING / MARINHA DO BRASIL

SEAN KING / MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

MARINHA DO BRASIL

SUPER - PUMA / MARINHA DO BRASIL

SUPER - PUMA / MARINHA DO BRASIL

SUPER - PUMA / MARINHA DO BRASIL

SUPER - PUMA / MARINHA DO BRASIL

DANIEL DIAS SILVA.

DANIEL DIAS SILVA.
É POUCO MAS CHEGO LÁ.

DANILE DIAS SILVA.

DANILE DIAS SILVA.
ZPGIS GEFORCE GTS 250 1GB GDDR3 256BITS / CORE SPEED> 738 MHZ / MEMORY SPEED> 1900 MHZ.